PEG – Parceria para Estruturação da Gestão

Programa para empresas de pequeno porte que desejam atingir um novo patamar em gestão empresarial.

A Parceria para Estruturação da Gestão – PEG possibilita aos executivos de organizações de pequeno porte assimilarem os fundamentos de gestão necessários para estruturar a empresa e obter melhores resultados de forma continuada e sustentável. A partir do desenvolvimento de aspectos fundamentais da gestão de pequenas empresas, a PEG trabalha no aprimoramento da performance administrativa e da produtividade, impulsionando-as para novos desafios.

A PEG tem uma abordagem metodológica que organiza o conhecimento em quatro ciclos de desenvolvimento, representando quatro áreas essenciais da gestão:

Ciclo 1. Estratégia

Ciclo 2. Finanças

Ciclo 3. Produtividade

Ciclo 4. Comercial

Cada ciclo dura seis meses e é composto por atividades coletivas e individuais.

Do diagnóstico inicial à absorção das melhores práticas, da definição de objetivos estratégicos aos planos de ação, são ao todo 24 meses de atividades para assimilação e aplicação dos conceitos e ferramentas gerenciais.

Trabalhando em grupos de, aproximadamente, dez empresas de uma mesma região (até quatro executivos por empresa), a PEG acelera o desenvolvimento de temas fundamentais da gestão empresarial e promove o intercâmbio de experiências e práticas entre os participantes.

Atividades por ciclo de desenvolvimento:

  • Workshops coletivos: introdutórios, com duração de 8 a 16 horas. Neles, são debatidos conceitos, metodologias e práticas de gestão.
  • Monitorias: fase de implementação das metodologias de gestão. São realizadas individualmente em cada empresa, com atividades mensais de 4 horas por 3 meses. O primeiro ciclo (Estratégia) prevê uma monitoria extra antes do workshop.
  • Avaliação de Projetos e Resultados (APR): avaliação dos projetos e resultados empresariais em atividades individuais de 4 horas por empresa, realizadas ao final de cada ciclo.
  • Fórum de Intercâmbio: encontro coletivo de 4 horas para a troca de práticas e experiências.

Empresas de pequeno porte reunidas em uma mesma região e em processo contínuo de desenvolvimento.

  • Estruturação gerencial e de processos internos para a melhoria da competitividade, do desempenho global da organização e dos resultados econômico-financeiros.
  • Ampliação da visão sistêmica em gestão e implementação de ferramentas gerenciais nas dimensões da Estratégia, Finanças, Produtividade e Comercial.
  • Definição dos indicadores de performance e acompanhamento periódico do cumprimento de metas.
  • Capacitação dos gestores da organização e ampliação da rede de relacionamentos.
  • Desenvolvimento das competências para administrar de forma equilibrada demandas de curto prazo (resultado) x médio prazo (crescimento).

Fale com um consultor